Suposto integrante do PCC é eleito vereador com maior percentual de votos válidos do Estado

Suposto integrante do PCC é eleito vereador com maior percentual de votos válidos do Estado
Vamos relembrar: Em 2010 quando foi candidato a deputado federal, a polícia havia prendido Ney Santos por suspeitas de ligações com o PCC, e a justiça apreendeu bens de origem suspeita, inclusive uma Ferrari avaliada em R$ 1,4 milhão. Ex-presidiário acusado por assalto a carro forte, o candidato apresentava patrimônio incompatível com a atividade econômica, com suspeita de lavagem de dinheiro para a facção criminosa PCC.
Nas eleições deste ano, Ney Santos do PSC de Embu das Artes, lidera o ranking estadual dos vereadores que receberam o maior percentual de votos válidos nas cidades onde disputaram a eleição. Ele recebeu 8.026 votos que representa 6.07% do total de votos válidos para vereador de Embu.
 Ney Santos foi o vereador que recebeu maior percentual de votos válidos do estado
O segundo colocado da eleição no município recebeu 3,45% dos votos válidos na cidade. A votação de Ney Santos foi a maior que um vereador de Embu já teve.

O percentual de votos obtidos por Ney é proporcionalmente quase três vezes maior do que o  recebido pelo vereador Tripoli, do PV paulista, que obteve 132.313 votos. A votação dele representa 2,32% do total de votos válidos para vereador na capital paulista.

“Estou muito feliz e agradecido ao povo de Embu. Ser o vereador mais bem votado do Brasil me deixou muito emocionado. Não tenho palavras para agradecer”, contou.

O vereador eleito disse que uma das metas do seu mandato será ampliar a fiscalização dos atos do Executivo na cidade. Ele revelou que durante a campanha sofreu perseguição e várias tentativas de retaliação.
 “Os moradores de Embu abraçaram a nossa campanha e foi assim que vencemos todos os desafios que surgiram”, finalizou.

Alckmin com suposto líder do PCC

Vídeo mostra Geraldo Alckmin (PSDB/SP) lançando a candidatura de Ney Santos a deputado Federal em 2010.
A polícia prendeu o candidato, suspeito de ligações com o PCC, e a justiça apreendeu bens de origem suspeita, inclusive uma Ferrari avaliada em R$ 1,4 milhão.
Ex-presidiário acusado por assalto a carro forte, o candidato apresenta patrimônio incompatível com a atividade econômica, com suspeita de lavagem de dinheiro para a facção criminosa PCC.
About these ads

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s