Avenida Hebe Camargo tem cabos de iluminação furtados, diz Prefeitura

Crime foi descoberto após falta de luz na via nesta quarta-feira (24).
Trecho da avenida foi inaugurado nesta sábado (20).

 

Painel com imagem da apresentadora foi usado na
inauguração (Foto: Luiz Claudio Barbosa/Futura
Press/Estadão Conteúdo)

A Prefeitura de São Paulo registrou o furto de cabos de iluminação na Avenida Hebe Camargo, em Paraisópolis, na Zona Sul da capital paulista, apenas quatro dias após a inauguração da via. O crime foi descoberto nesta quarta-feira (24), quando equipes de manutenção do Departamento de Iluminação Pública foram ao local verificar um problema de falta de luz.

O primeiro trecho da avenida foi inaugurado na manhã deste sábado (20) em uma cerimônia com o prefeito Gilberto Kassab (PSD). A entrega da primeira parte da obra ocorreu após a construtora concluir a remoção de árvores, que não foram tiradas durante o asfaltamento inicial.

Segundo a assessoria de imprensa da Ilume, nesta quarta, os funcionários do departamento constataram que havia cabos cortados e que outros haviam sido furtados na avenida. Desde então, as equipes trabalham na troca dos cabos e no reparo da iluminação.

Até a tarde desta quinta-feira (25), a secretaria não sabia informar quanto do material foi furtado. Também não havia informações de quando o crime aconteceu.

Árvores asfaltadas
A avenida começa na Rua Deputado João Sussumo Hirata e segue até a Rua Flávio Américo Maurano. Segundo a Prefeitura, a avenida terá 1.470 metros, dos quais 840 metros já foram concluídos. O trecho pronto vai da Rua Deputado João Sussumo Hirata até o CEU Paraisópolis, que também foi rebatizado com o nome da apresentadora.

No início do mês, a avenida foi asfaltada com as árvores ainda no meio do trecho. Na ocasião, a Secretaria de Infraestrutura Urbana afirmou que queria adiantar o serviço enquanto não saía a autorização para retirar as plantas, garantindo que a pavimentação não estragaria as árvores. Depois, a prefeitura voltou atrás e multou a empresa que está cuidando da obra por crime ambiental.

A situação da via foi alertada pelo internauta Helder Lima Gante, de 39 anos, que mora próximo da região e fotografou o local em 30 de setembro. Ele enviou a imagem ao VC no G1.

Fonte: G1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s