Protesto marca passagem da tocha olímpica por São Gonçalo

4tbhklp362_48id7bm5js_file

A passagem da tocha olímpica pela cidade de São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, nesta terça-feira (2) foi marcada por protestos

Manifestantes levaram cartazes em que criticam gastos com os Jogos Olímpicos e isenções fiscais concedidas a empresas peloo governo do Rio de Janeiro.

Em razão do tumulto, manifestantes foram conduzidos à 74ª DP, mas foram liberados em seguida.

Chegada ao Rio

Nesta quarta-feira (3), a chama cruzará a baía de Guanabara escoltada por sete medalhistas que ajudaram a transformar a vela no esporte que deu mais títulos ao Brasil na história dos Jogos (seis, ao todo).

Entre eles, os irmãos Torben (bicampeão) e Lars Grael (dois bronzes), que vão entregar a tocha ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, na Escola Naval, ao lado do aeroporto Santos Dumont.

Depois disso, a tocha será carregada dentro do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), sistema de bondes instalado no centro da cidade e considerado um dos legados olímpicos. De lá, a tocha segue para cidades da Baixada Fluminense como Duque de Caxias, São João de Meriti, Nilópolis, Belford Roxo e Nova Iguaçu.

A cidade do Rio só voltará a ver a tocha na manhã de quinta-feira (4), quando passará pela Vila Olímpica a partir das 8h. Depois, o surfista Rico de Souza surfará com a chama, na praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s