Doria realoca moradores de rua em quadra de futebol para Cidade Linda

Mutirão de limpeza de Doria obrigou os moradores de rua a retirarem barracas da região da Avenida 9 de Julho. Prefeitura ofereceu espaço debaixo de viaduto como alternativa.

Márcio Carneiro da Silva está morando em quadra de futebol debaixo do viaduto em SP (Foto: Will Soares/G1)Márcio Carneiro da Silva está morando em quadra de futebol debaixo do viaduto em SP (Foto: Will Soares/G1)

A Prefeitura de São Paulo realocou dezenas de moradores de rua instalados na região da Praça XIV Bis, no Centro de São Paulo, durante a realização dos serviços de limpeza da operação Cidade Linda. Eles foram reunidos na quadra de futebol e em um antigo estacionamento debaixo do Viaduto 9 de Julho. Segundo a Secretaria Municipal de
Desenvolvimento Social, os moradores de rua foram avisados com antecedência e convidados a ir para o local, e a medida foi tomada em caráter emergencial.
Com o prefeito e seus secretários vestidos de gari, a primeira etapa da operação começou na última segunda-feira (2), na região da Avenida 9 de Julho, com previsão de término para esta quarta (4).
Doria definiu a operação Cidade Linda como um grande mutirão para revitalizar áreas e “resgatar a auto-estima da cidade”. Entre os serviços de zeladoria previstos estão a varrição de ruas, poda de árvores, reparo de calçadas, conservação de galerias, manutenção da iluminação pública, limpeza de bueiros e pichações e até a instalação de câmeras em monumentos.
A passagem dos funcionários da Prefeitura mudou a rotina de diversos moradores de rua que vivem nos arredores da Praça XIV Bis. Eles tiveram de trocar as barracas de lugar e a mudança dividiu opiniões entre o grupo.
O local oferecido pela Secretaria de Desenvolvimento Social para abrigá-los foi a quadra de futebol e um antigo estacionamento existentes debaixo do Viaduto Doutor Plínio de Queiroz (Viaduto Nove de Julho). De acordo com a pasta, muitos foram encaminhados para equipamentos da Prefeitura, mas, como não havia vaga para todos, este era “o espaço disponível de imediato” para o restante.
Quadra de futebol agora abriga moradores de rua no Centro de São Paulo (Foto: Will Soares/G1)

Quadra de futebol agora abriga moradores de rua no Centro de São Paulo (Foto: Will Soares/G1)

Marcio Carneiro da Silva, de 40 anos, está há quase dois na rua e foi um dos que se viram obrigados a levantar acampamento. “Isso aí é um plano do prefeito pra poder limpar. Espero que seja só temporário e arrumem um lugar, um apartamento da CDHU [Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano] pra gente. Se essa avenida alagar, esse viaduto vira uma piscina”, alertou.

A Prefeitura ressalta que nas semanas que antecederam a operação Cidade Linda entrou em contato com os moradores de rua para não pegá-los de surpresa. “As pessoas das barracas souberam que sairiam da calçada e canteiros para que os locais fossem limpos e recuperados e que ofereceríamos uma alternativa emergencial mais segura”, informou, por nota.

O sobreaviso foi confirmado por Carlos Roberto Domingos, que tem 57 anos e passou quase todos eles nas ruas. De acordo com o sem-teto, a mudança para a quadra é positiva no sentido de que, como o espaço foi cedido pela Prefeitura, não precisam mais se preocupar com os chamados “rapas” da Guarda Civil Metropolitana (GCM) que, conforme relata, são costumeiros na região.

Grupo de sem-teto já voltou a ocupar as calçadas do viaduto; alguns alegam que falta espaço para as carroças na quadra  (Foto: Marina Gazzoni/G1)

Com informações do G1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s