Prefeita Lili Aymar revoga licença de lixão tóxico em Araçariguama

GRANDE REPORTAGEM DENUNCIA CRIME AMBIENTAL EM ARAÇARIGUAMA

nascente-1

Nascente do Rio Ribeirão do Colégio situada na Fazenda Nova Esperança

A RC TV Interativa visitou a cidade de Araçariguama, município do estado de São Paulo, situado na Região Metropolitana e conhecida como “O Portal do Interior”. Em sua última cartada para levar adiante a construção de um lixão no município de Araçariguama, o agora ex-secretário de Planejamento da cidade, Paulo Henrique Costa, tentou renovar a certidão que autorizava o empreendimento. A medida foi publicada no dia 27 de dezembro, ou seja, apenas quatro dias antes de Paulo Henrique e o ex-prefeito Roque Normélio Hoffmann (PSDB) deixarem a administração municipal. Vale lembrar que a pedido do Ministério Publico paulista, os trâmites para a construção haviam sido barrados pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), por indícios de irregularidades envolvendo as licenças necessárias para a instalaçnao do lixão.

img_1195

Família do Senhor Alindo Ferreira inconformada com a instalação do Lixão

A renovação da certidão de uso e ocupação do solo concedida à empresa Proactiva Meio Ambiente, que seria a responsável pelo lixão, deveria valer por um ano. Mas não valerá. Isso porque, atendendo aos apelos da população araçariguamense que estava preocupada com a preservação de seus recursos hídricos, a nova prefeita da cidade, Lili Aymar (PV), responsavelmente revogou a validade dessa certidão em evento realizado no Espaço Alecrim, onde realizado a cerimônia de posse da prefeita Lili Aymar. A Proactiva já foi alvo da Polícia Federal numa investigação de crimes ambientais ocorrida em Santa Catarina em 2008, e também foi alvo do Ministério Publico paulista por irregularidades na obtenção de licença ambiental em outros três empreendimentos no estado de São Paulo.

rocha

Crime ambiental evidente nas rochas destruídas por dinamite

Nossa equipe de reportagem foi até o local e mostrou com exclusividade os danos já causados ao meio ambiente, a empresa utilizou dinamites para explodir roxas e abrir caminho para passagem de veículos pesados que se seriam utilizados para construção do Aterro Sanitário. A Fazenda Nova Esperança tem uma área de 1,2 milhão de metros quadrados que abriga vegetação natural e cinco nascentes pertencentes à microbacia do ribeirão do Colégio, o único manancial que abastece a população da cidade.
Assim como o nome da fazenda que esteve ameaçada de se tornar um aterro sanitário, a posse de Lili Aymar na Prefeitura de Araçariguama deve representar uma nova esperança para aqueles que prezam pela preservação do meio ambiente na cidade.

nascente-2

Nascente do Rio Ribeirão do Colégio situada na Fazenda Nova Esperança

Além de revogar a certidão da empresa Proactiva, a nova prefeita enviou à Câmara Municipal logo em seu primeiro dia no cargo um projeto de lei que reverte a alteração feita na lei municipal nº 531/2010. No novo texto, Lily incluiu o seguinte artigo:

“Fica o Município proibido de conceder licenças ou autorizações municipais para instalação de aterros sanitários, lixões ou quaisquer ambientes semelhantes, com atividades destinadas ao despejo de resíduos sólidos ou a disposição final de rejeitos, bem como de lixo de qualquer natureza, de qualquer procedência, nas áreas designadas como de proteção permanente.”

revogado-1

Momento em que a prefeita Lili Aymar apresenta documento revogando a licença de lixão tóxico em Araçariguama 

Confira reportagem completa!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s