Professores municipais de SP anunciam greve por tempo indeterminado

Protesto contra reformas de Temer começou em frente à prefeitura e se espalhou pelas vias do Centro da capital paulista, onde os professores se encontraram com outros manifestantes.

Professores municipais protestam em frente à prefeitura de SP (Crédito: Guilherme Balza / CBN)

Professores municipais protestam em frente à prefeitura de SP

Crédito: Guilherme Balza / CBN

paulistaOs professores da rede pública estadual de São Paulo aprovaram na tarde desta quarta-feira, 15, greve da categoria para os dias 28, 29 e 30 de março em protesto contra a reforma da Previdência proposta pelo governo federal.

A paralisação foi votada em assembleia realizada pelo Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp) em frente ao prédio da Secretaria Estadual da Educação, na Praça da República, centro da capital paulista. Uma nova assembleia será realizada no dia 31 de março.

Após a assembleia, centenas de professores estaduais que já paralisaram nesta quarta em apoio ao movimento nacional organizado por centrais sindicais e partidos de esquerda contra a reforma seguiram a pé pela Rua da Consolação para se juntarem à manifestação realizada na Avenida Paulista.

“Não aceitaremos a reforma da Previdência e a reforma do ensino médio imposta pelo governo golpista, nem o desmonte feito pelo governo Alckmin na educação de São Paulo”, disse Maria Izabel Noronha, presidente da Apeoesp.

Segundo o sindicato, mais de 70% dos professores estaduais aderiram à paralisação nacional desta quarta. Já a Secretaria da Educação afirma que apenas 3% da rede na capital foi afetada com a greve e que as aulas serão respostas.

A SPTrans informa que ampliou a Operação Paese para atender passageiros na Zona Norte, que não puderam contar com a Linha 1-Azul do Metrô.

O esquema de emergência passou a incluir também ônibus partindo da estação Tucuruvi do Metrô até a Praça do Correio. O trajeto está sendo operado por 19 ônibus da Viação Sambaíba.

No sentido contrário, há ônibus do Paese cumprindo o trajeto entre as estações Jabaquara e Sé da Linha 1-Azul. São 25 ônibus, sendo 10 da empresa Cidade Dutra, 10 da MobiBrasil e outros cinco da Viação Tupi.

Já na Linha 3-Vermelha do Metrô, o Paese está sendo executado e permanecerá ativo enquanto for necessário, operando entre as estações Barra Funda e República. A Viação Santa Brígida atende este trecho com 10 veículos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s