Maternidade Amador Aguiar ganha 20 modernos leitos de UTI

A Maternidade já atendeu mais de 400 partos neste mês de março

17240664_741214196060441_5865714274617838073_o (1)

Na manhã desta última segunda feira-feira (20/03), a prefeitura de Osasco duplicou sua capacidade de atendimento em UTI neonatal na Maternidade Municipal Amador Aguiar. O Hospital ganhou vinte novos leitos, que se somam a outros 17, já existentes, voltados ao atendimento de bebês prematuros ou que nascem com problemas de saúde.

SIM

Segundo o prefeito Rogério Lins, são “unidades modernas e mais profissionais para atender com qualidade nossa população” o projeto, que também envolveu a reforma da UTI neonatal, teve investimento de R$1,2 milhão, dos quais R$700 mil da administração municipal e R$500 mil em emenda ao orçamento federal, indicada pela deputada federal Bruna Furlan (PSDB) que não pode estar na Maternidade devido um compromisso fora do país. 

Mais de 400 partos por mêsOs novos leitos são da modalidade UCI (Unidade de Cuidados Intermediários), voltados a bebês com problemas de saúde menos graves e que, por isso, requerem cuidados menos intensivos que os de UTI. Lins informou que na maternidade são realizados, em média, 400 partos por mês. “Tem muita gente confiando em ter seus filhos aqui em nossa unidade”, indagou.

IMG_2993

Unidade abandonada:

Rogério Lins lembrou ainda dos problemas encontrados no início de sua gestão. “Em 1º de janeiro, quando assumimos, a maternidade estava fechada. Os funcionários registaram um boletim de ocorrência e fecharam as portas, devido à falta de condições de atendimento. Faltavam médicos e equipamentos. Com isso, logo percebi que a maternidade demandaria uma atenção especial”, disse. Lins anunciou que a rede de saúde vai ganhar uma unidade de reforço no atendimento aos bebês prematuros. Será um ambulatório pediátrico, que vai funcionar na Policlínica Zona Norte. Assim que tiverem alta da maternidade, os bebês já terão a primeira consulta agendada e passarão por acompanhamento até completarem 2 anos de idade.

4

De acordo com o secretário municipal da Saúde, José Carlos Vido, o ambulatório começa a funcionar em duas semanas. Já quanto à maternidade, o secretário disse que será feita ainda reforma da recepção, com instalação de novos mobiliários, visando conforto dos pacientes e visitantes. Vido comentou que antes a demanda era grande e os equipamentos não davam conta de atender tantos bebês. “Nós já passamos aqui momentos muito difíceis, finais de semana sobretudo com mais de trinta bebês precisando de cuidados especiais”, afirmou Vido que a partir de agora espera uma melhora nos atendimentos com os novos equipamentos. 

Confira reportagem completa em vídeo!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s