Judô de Osasco entre os melhores do mundo. Reportagem exclusiva!

As primeiras referências que encontramos quanto à introdução do Judô no Brasil, datam de muitos anos após a criação desta arte-esporte no Japão, pelo mestre Jigoro Kano.

jigoro-kano_fb

A história do judô no Brasil é tão antiga quanto a presença japonesa em nosso território. A arte marcial desembarcou por aqui junto com os primeiros imigrantes nipônicos vindos no navio Kasato Maru, que ancorou no Porto de Santos, litoral paulista, em 18 de junho 1908. Dentro e fora do tatame, o judô se tornou um dos carros-chefes do esporte brasileiro em competições internacionais na última década.

0,,14905985-EX,00

No ano passado, os judocas da seleção principal fizeram 52 viagens, contra apenas quatro em 2001. Os brasileiros marcaram presença em 17 torneios (quatro internacionais), contra seis no início da década passada. A oportunidade de competir com mais frequência também se refletiu na quantidade de títulos e vitórias.

montagem-sarah-rafael-mayra-kitadai

O Brasil conquistou nove medalhas olímpicas entre Atenas 2004 e Londres 2012 – uma de ouro e oito de bronze. Em três ciclos olímpicos, o país quase repetiu a quantidade de pódios acumulados de Munique 1972 a Sydney 2000 – no período de 28 anos, o judô brasileiro somou 10 medalhas: dois ouros, três pratas e cinco bronzes. Nos Mundiais adultos, a evolução é ainda mais expressiva: são 18 medalhas (quatro ouros, cinco pratas e nove bronzes) vencidas entre 2003 e 2011, contra 10 (duas pratas e oito bronzes) no intervalo de 1971 a 1999.

5685_10153342978856254_2784774533078694163_n

A grande reportagem da semana destaca um dos esportes mais praticados do mundo. A história do judô no Brasil é tão antiga quanto à presença japonesa em nosso território.

15123307_10157744930885514_767903265387662890_o

A arte marcial desembarcou por aqui junto com os primeiros imigrantes nipônicos vindos no navio Kasato Maru, que ancorou no Porto de Santos, litoral paulista, em 18 de junho 1908. Assim como os outros hábitos, o cultivo do judô dentro da colônia japonesa servia para que matassem a saudade da Terra do Sol Nascente.

IMG_4381

Na cidade de Osasco destacamos dois atletas que se destacam em suas categorias. João Vellosa, faixa preta, 55 anos e 45 anos dedicados ao judô, foi terceiro colocado no campeonato mundial de judô, categoria veterano, disputado no final do ano passado nos Estados Unidos. Vale ressaltar que Velloza disputou o campeonato mundial de judô com recursos próprios, um grande desafio que foi superado graças ao amor pelo esporte e a vontade de se manter entre os melhores em sua categoria.

2017-04-27t023504z1556895535rc1abbd06c30rtrmadp3soccer-libertadores

Outro destaque e não menos importante é o jovem Marcos Vinicius, 13 anos, faixa verde, que foi medalha de prata no campeonato interestadual disputado em Itapetininga. Praticante de judô desde os 6 anos de idade, este jovem talento é uma promessa do judô brasileiro. Confira reportagem completa no canal que mais presta serviços no Brasil.

2017-04-27t023504z1556895535rc1abbd06c30rtrmadp3soccer-libertadores

Confira reportagem completa em vídeo!

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s