Visando o governo do Rio, Bernardinho troca PSDB e vai para Partido Novo

O motivo da mudança de Bernardinho é a desmoralização dos tucanos e do próprio Aécio, que se tornou o político com maior número de inquéritos na Lava Jato: cinco ao todo.

Imagem relacionada

O ex-treinador da seleção brasileira de vôlei, que vinha sendo preparado pelo PSDB e pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) para disputar o governo do Rio, decidiu trocar o ninho tucano pelo Partido Novo; o motivo é a desmoralização dos tucanos e do próprio Aécio, que se tornou o político com maior número de inquéritos na Lava Jato; para fechar a humilhação, o presidente do Novo, João Amoêdo, descartou uma coligação com o PSDB; “Após todo esse evento de Lava-Jato, eu acho que não é muito fácil. Pode ser que esse cenário mude daqui a um ano. A gente preza muito a imagem do partido”, disse ele

Segundo o presidente do Partido Novo, o banqueiro João Amoêdo Bernardinho se filiou no início do ano passado e o projeto é lançá-lo para governador do Rio. “Eu acho que tem muita gente no Brasil que gostaria de votar nele, não só por ser um vencedor, um formador de equipe, mas pelo cenário em que a gente precisa trazer novas lideranças para a política. Agora, é uma mudança de vida que eu sei que não é fácil para ele”, afirmou.

Para fechar a humilhação, Amoêdo descartou uma coligação com o PSDB. “Após todo esse evento de Lava-Jato, eu acho que não é muito fácil. Pode ser que esse cenário mude daqui a um ano. A gente preza muito a imagem do partido”, disse ele.

Dr. Lindoso faz balanço dos 100 dias de gestão com mudanças significativas

O atual presidente da Câmara de Osasco Dr. Lindoso (PSDB), promoveu um bate papo com a imprensa que frequenta e repercuti os trabalhos na Casa de Leis nesta última terça-feira (11/04) para falar dos 100 dias à frente do Poder Legislativo osasquense. O jovem edil assumiu a presidência da casa com a difícil missão de moralizar e reconquistar a credibilidade da Instituição.

IMG_4360

Redução dos cargos comissionados

Apesar de ser o seu primeiro mandato, Lindoso foi o vereador mais votado de Osasco e da região. Indagado pelos jornalistas presentes no seu gabinete, Lindoso disse que a sugestão do promotor de Justiça Gustavo Albano, que esteve recentemente na Câmara e reclamou da quantidade de assessores comissionados, o presidente disse que “não tem nexo”. Com o objetivo de deixar a Casa de Leis mais adequada para essas novas mudanças, o jovem presidente prepara um projeto de reforma administrativa que deve reduzir o limite de assessores comissionados. A proposta deve ser apresentada em maio, afirmou.

A questão de ordem na Casa de Leis ‘é economizar’

O presidente da Câmara também mensurou sobre ações de rigidez adotadas, como a provável mudança do prédio onde funcionam os gabinetes dos vereadores para um edifício ao lado, Lindoso garante que vai gerar uma economia de mais de R$ 900 mil. Outra questão abordada pelo presidente é o fim do celular corporativo para vereadores, a economia com cortes de gastos e revisões de contratos, de R$ 1 milhão da Câmara no primeiro bimestre, valor que foi repassado à prefeitura para investimentos na área da Saúde.

Reforma Administrativa

Conforme o presidente da Câmara há dificuldade para se chegar a um acordo entre os vereadores sobre a reforma administrativa. “Cada semana a gente discute, debate, é o assunto mais discutido na Casa”, indagou Lindoso que também afirmou que pretende contratar uma empresa de consultoria para fazer um estudo e concluir a tão esperada reforma.

Agência de Comunicação

Indagado sobre a verba de publicidade, Lindoso disse que vai contratar uma Agência para tratar deste assunto, contudo pretende abrir licitação para que tudo seja feito dentro da lei.

Opinião

É indiscutível o importante papel que as Tecnologias de Comunicação e Informação cumprem em nossa sociedade. As atividades de telecomunicações e de radiodifusão possibilitam a promoção e garantia dos direitos de liberdade de expressão, opinião, diversidade, de acesso à informação e do direito à comunicação.

As Verbas Públicas para a publicidade são recursos públicos, federais, estaduais e municipais, voltados para propaganda de diversificadas ações governamentais: planejamento, concepção, execução, entre outros. A Lei Nº 12.232 / 2010, dispõe sobre as normas para licitação e contratação de serviços de publicidade e destinação das Verbas, nos âmbitos, Federal, Estadual e Municipal. Dentro desse contexto, o Capítulo II: Dos procedimentos licitatórios, abre margem para leitura equivocada — ou intencional — a respeito dos critérios para destinação das Verbas às agências. Esperamos que essa verba seja distribuída corretamente para os veículos que prestam importantes serviços ao Poder Legislativo e que cobrem toda semana as atividades e, sobretudo acompanham a discussão dos projetos analisados e votados pelos vereadores.

Ainda para este ano, Dr. Lindoso pretende efetuar a mudança da Câmara para um novo espaço, com acessibilidade, moderno e com um valor de aluguel coerente.

Veja os melhores momentos da coletiva de imprensa no vídeo abaixo:

Lindoso apresenta projeto de lei em defesa da pessoa idosa

Na sessão do dia 20 de março, o vereador e presidente da Câmara Municipal de Osasco, Doutor Lindoso, apresentou o projeto de lei 40/2017.

IMG_4627

 

O projeto institui o dia 15 de junho como data oficial de conscientização e combate à violência contra pessoa idosa.

Nessa data, as autoridades e poder público, irão promover ações educativas e preventivas destinadas à orientação, conscientização e combate à violência contra a pessoa idosa.

O dia 15 de junho foi escolhido e fixado como Dia Mundial da Conscientização da violência contra a pessoa idosa pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de prevenção à Violência à pessoa idosa para gerar uma consciência mundial.

IMG-20170203-WA0006

“Queremos criar uma consciência social e política da existência da violência contra a pessoa idosa, e simultaneamente, disseminar a ideia de não aceitá-la como normal, promovendo ações educativas e preventivas nesse sentido”, justificou Doutor Lindoso no projeto que ele acredita favorecerá e promoverá o debate, a conscientização e fortalecerá o surgimento de políticas públicas em favor da pessoa idosa.

IMG-20170203-WA0005

Professores municipais de SP anunciam greve por tempo indeterminado

Protesto contra reformas de Temer começou em frente à prefeitura e se espalhou pelas vias do Centro da capital paulista, onde os professores se encontraram com outros manifestantes.

Professores municipais protestam em frente à prefeitura de SP (Crédito: Guilherme Balza / CBN)

Professores municipais protestam em frente à prefeitura de SP

Crédito: Guilherme Balza / CBN

paulistaOs professores da rede pública estadual de São Paulo aprovaram na tarde desta quarta-feira, 15, greve da categoria para os dias 28, 29 e 30 de março em protesto contra a reforma da Previdência proposta pelo governo federal.

A paralisação foi votada em assembleia realizada pelo Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp) em frente ao prédio da Secretaria Estadual da Educação, na Praça da República, centro da capital paulista. Uma nova assembleia será realizada no dia 31 de março.

Após a assembleia, centenas de professores estaduais que já paralisaram nesta quarta em apoio ao movimento nacional organizado por centrais sindicais e partidos de esquerda contra a reforma seguiram a pé pela Rua da Consolação para se juntarem à manifestação realizada na Avenida Paulista.

“Não aceitaremos a reforma da Previdência e a reforma do ensino médio imposta pelo governo golpista, nem o desmonte feito pelo governo Alckmin na educação de São Paulo”, disse Maria Izabel Noronha, presidente da Apeoesp.

Segundo o sindicato, mais de 70% dos professores estaduais aderiram à paralisação nacional desta quarta. Já a Secretaria da Educação afirma que apenas 3% da rede na capital foi afetada com a greve e que as aulas serão respostas.

A SPTrans informa que ampliou a Operação Paese para atender passageiros na Zona Norte, que não puderam contar com a Linha 1-Azul do Metrô.

O esquema de emergência passou a incluir também ônibus partindo da estação Tucuruvi do Metrô até a Praça do Correio. O trajeto está sendo operado por 19 ônibus da Viação Sambaíba.

No sentido contrário, há ônibus do Paese cumprindo o trajeto entre as estações Jabaquara e Sé da Linha 1-Azul. São 25 ônibus, sendo 10 da empresa Cidade Dutra, 10 da MobiBrasil e outros cinco da Viação Tupi.

Já na Linha 3-Vermelha do Metrô, o Paese está sendo executado e permanecerá ativo enquanto for necessário, operando entre as estações Barra Funda e República. A Viação Santa Brígida atende este trecho com 10 veículos.

População comemora 55 anos de Osasco com importantes investimentos do Governo Estadual e Federal

Como toda festa também tem presente, prefeito anunciou entrega de 10 nova ambulâncias para a rede municipal de saúde. 

A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

O aniversário da cidade de Osasco foi comemorado neste último domingo (19) em grande estilo com diversas atividades, atrações e uma excelente notícia para população osasquense. Por meio da deputada federal Renata Abreu, mais de duzentos milhões foram liberados para Osasco por meio de emenda impositiva federal, segundo Abreu o orçamento já foi aprovado e os recursos chegarão ainda neste primeiro semestre. “Eu não tenho dúvidas que até o final deste ano os recursos já estão chegando”, afirmou Renata que tem sido o braço forte do prefeito Rogério Lins em Brasília e conseguiu mais quinhentos milhões de reais que estavam bloqueados e agora também serão encaminhados para cidade.

rib7085

Rogério Lins esteve em Brasília no dia 14/02, junto com a Renata Abreu e visitou deputados de federais, ministros e secretários nacionais e conseguiu importantes recursos para saúde, educação, infraestrutura, habitação, esporte e cultura. “Eu queria agradecer a deputada Renata Abreu, ela é a embaixadora de Osasco, ela me levou em vários Ministérios, na Integração Nacional para gente trazer para Osasco obras macrodrenagem para região Central pra gente não sofre mais com alagamentos, a nova ponte que liga a Zona Sul com a Zona Norte”, disse Lins que também visitou o Ministério de Esporte para ampliar os programas de saúde e qualidade de vida. Sobretudo destacou que Osasco vai receber do Ministério da Saúde, ‘dezessete milhões por ano’ para atenção básica. Além de outros investimentos para infraestrutura, habitação e saneamento básico.img_2590

Mais de 10 mil pessoas passaram pelo local durante todo o dia. Além de conferirem o novo visual do maior parque da cidade – em trabalho que incluiu poda de árvores, corte de grama, limpeza geral, revitalização da sinalização, nova pintura nas quadras, colocação de lixeiras e revisão dos equipamentos – os visitantes também tiveram, à disposição, uma série de serviços gratuitos levados pelas secretarias municipais.

img_2624

Dentre os destaques, houve aferição de pressão arterial e teste de glicemia; orientação sobre renegociação de débitos; inscrições para o Casamento Comunitário; maquetes com as principais obras em andamento na cidade; distribuição de mudas de árvores; e oficinas de esportes, incluindo um bate-bola com as atletas de vôlei do Nestlé/Osasco. Para a criançada, uma programação especial, com contação de históricas, esculturas de bexigas, pula-pula e escorregador inflável. A agenda cultural foi uma atração à parte, com música para todos os gostos, do rock ao hip hop, passando pelo samba e o sertanejo, mostrando os talentos locais. Houve ainda apresentações de balé e teatro.

bale

Excelente Notícia! Nos próximos dias, de 10 novas ambulâncias para atendimento na rede. Elas se somam a outras 12 da frota, que já estão sendo reformadas. Ainda na área da Saúde, Lins destacou a entrega, no próximo dia 6, de 20 novos leitos de UTI na maternidade Amador Aguiar e a abertura de processo seletivo para a contratação de médicos. Na Educação, novos professores também estão sendo contratados. “Trabalhamos olhando para o futuro. Tanto que a primeira palavra do nosso slogan é união. A segunda, é trabalho. E a terceira, renovação. Osasco, como todas as grandes cidades, tem muito desafios pela frente. Mas, com união, vamos enfrentá-los. Nosso governo será assim, de união entre partidos políticos e sociedade civil organizada pelo progresso e desenvolvimento do município. E é para isso que a gente tem trabalhado.

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

Mas nada disso seria suficiente se a gente não tivesse amor a todos aqueles que vivem na nossa cidade. Por isso, reuni todos os funcionários públicos, esta semana, e pedi que eles atendessem todas as pessoas como se estivessem atendendo sua mãe, seu pai, o seu filho, seu marido, sua esposa, enfim, a pessoa que eles mais amam. Vamos fazer de Osasco uma cidade ainda melhor com esse espírito de respeito e união”, finalizou.

img_2578

O evento contou ainda com as participações da deputada federal Renata Abreu e o deputado estadual Marcio Camargo, além de vereadores e secretários municipais, dentre outras autoridades. Houve ainda bênçãos do pastor Adolar, fundador da igreja evangélica do Jardim D´Abril, e do pároco Alexandre, da comunidade São José Operário.

Também neste domingo, outros dois eventos fecharam as comemorações: um abraço coletivo ao Paço Municipal, organizado por Fábio Teruel, e uma missão em Ação de Graças, na Catedral de Santo Antônio. 

Confira reportagem completa pelo canal que mais presta serviços no Brasil.

2º Convenção de Líderes Negros no Brasil ganha projeção nacional

Aconteceu nesta última quarta-feira, (17), na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) no Auditório Franco Montouro, a 2º Convenção de Líderes Negros no Brasil.

5

O evento tem como objetivo, unir as células das lideranças afrodescendentes, com os seguimentos da nossa Sociedade. Segundo o PTB Afro, organização responsável pelo evento, apenas 53 % de afrodescendentes são representados em todas as estancias. O ato contou com a presença de vários líderes dos mais variados segmentos. Criado há 13 anos pelo presidente do Partido Trabalhista Brasileiro no Estado e secretário-geral da Executiva Nacional da legenda, deputado Campos Machado, este 2º encontro reuniu um grande números de representantes negros dos mais diferentes segmentos, da executiva do PTB Afro, Carlos Santos, presidente geral do PTB Afro e organizador do evento, Adamo Rodrigo, 1º vice presidente do PTB Afro e também organizador do evento e convidados ilustres que também marcaram presença: a Miss Município de São Paulo 2017, Karen Porfiro, Helena dos Santos Reis, Coronel da PM, Carmem Dora, advogada, Laudeley Sampaio, engenheira, Jean Nascimento, presidente da Associação Negro Paulistana, Cleuder de Paula, coordenador Municipal do PRB Igualdade Racial e várias lideranças que tiveram a oportunidade de expressar seus ideais e projetos em prol deste encontro que ganha cada vez mais força e visibilidade.

Carlos Santos, presidente do PTB Afro e organizador do eventocarlos-santos

Carlos Santos, presidente do PTB Afro e organizador da 2º Convenção de Líderes Negros no Brasil garante que este 2º encontro de Líderes Negros no Brasil conseguiu unir ainda mais o grupo que cresce em número de empresários, líderes de Associações e lideranças de outros partidos simpáticos ao movimento, como o coordenador do PRB, Cleuder de Paula. “Inicia a formação de um corpo negro a nível nacional com força total”, afirmou Santos.

carlos

De acordo com Adamo Rodrigo, 1º vice presidente do PTB Afro e organizador do evento, o próximo passo é dar voz as periferias e oferecer cursos gratuitos para jovens negros excluídos da sociedade, sobretudo formar e qualificar jovens para mercado de trabalho.

3

“Isso nós conseguimos fazer com união, nós sempre batermos na tecla de que se conseguirmos nos unir, nós podemos alcançar qualquer coisa”, indagou. “Quer combater o racismo”? “Porque o racismo é caráter, nós não conseguimos mudar o coração de ninguém, se a pessoa é má, se a pessoa tem racismo, isso quer seja negro ou branco isso eu não consigo mudar”, enfatizou Adamo que acredita que para mudar o negro precisa se qualificar para que ocupem cargos de destaque nos mais diferentes segmentos, sobretudo na Televisão.

16809321_1123602314452969_216052278_n

Karen Pofiro, miss município de São Paulo também prestigiou o evento e falou da importância de organizar eventos que busquem a inserção de negros nos mais diferentes segmentos da sociedade.

cor-x-goa

Ela que também já foi miss Mina Gerais, disse que já participou de outros movimentos parecidos sempre com muita emoção e vontade de conscientizar a sociedade que a cor da pele é apenas um detalhe.

1

Acostumada a desfilar pelo Brasil, a miss sente na pele a discriminação nos concursos que já disputou. “Eu que sou de concurso e ainda tem muito preconceito em questões raciais, em questão de cabelo, em questão de cor infelizmente e eu preciso de força de pessoas que tem história bonitas como essa”, fazendo referência a outras pessoas que como ela sofre preconceito, mas que consegue superar com muita força e vontade e exemplos de superação.

12

Segundo a miss ainda existe no concurso de beleza aquele sentimento de que o negro entra na cota. Fazendo  referência a Raissa Santana,  miss Brasil 2016, ela questiona a maneira como as pessoas analisam a escolha da miss, uma vez que assim como ela, a vencedora do miss 2016 também é negra e outra negra não poderia ganhar por critérios discriminatórios.

todos

O Empresário Julio de Campos que participa de pela 2º vez do evento, destacou o grande número de empresários que estiveram no evento e afirmou que agora o foco é a periferia. “A gente precisa trazer quem está lá embaixo pra perto de nós, não vou dizer que o principal trabalho, mas é um trabalho que a gente vai estar se empenhando um pouco mais”, indagou Campos que também é o responsável pela parte visual do site que está quase pronto para alcançar um público ainda maior.

julio

Jean Nascimento, presidente da Associação Negro Paulistana, acredita que o intuito do evento foi alcançado, segundo ele, unir as lideranças é o caminho para acabar com a discriminação racial. “Eles só precisam saber que são líderes, porque muitas vezes nem eles sabem que são lideranças, portanto pra mim está maravilhoso, melhor impossível”, afirmou Jean feliz com o resultado do 2º Encontro de Líderes Negros no Brasil.

jean

“Inovador e interessante”, assim definiu a Coronel da PM, Helena dos Santos Reis, que participou deste 2º Encontro de Líderes Negros no Brasil pela primeira vez e teve uma ótima impressão não só pela organização mas principalmente pela preocupação dos organizadores em destacar as histórias de vidas narradas pelos participantes vindos de várias partes do Brasil e do mundo. “Serve de inspiração para todos nós, principalmente para os nossos jovens carentes de exemplos positivos de incentivos e novas iniciativas, acho muito positivo este evento, declarou Helena.

helana

Roberto Carlos e Karen Porfiro8

Julio de Campos e Roberto Carlos9

Mylene Macedo2

Em breve reportagem em vídeo!

Aguardem!

Vereadora se recusa a ler trechos da Bíblia em sessão na Câmara de Araraquara (SP)

Resultado de imagem para Vereadora se recusa a ler trechos da Bíblia em sessão na Câmara de Araraquara (SP)

Uma vereadora de Araraquara, a quase 300 km da capital paulista, causou polêmica na primeira sessão ordinária da Câmara Municipal ao se recusar a ler trechos da Bíblia antes do início das sessões.

O artigo 148 do regimento interno da Casa determina que o presidente deverá abrir a sessão sempre com a frase “sob a proteção de Deus, iniciamos os trabalhos” e, posteriormente, um vereador deverá prosseguir com leitura de um trecho do livro sagrado para os cristãos.

“O trecho a ser lido deverá ter aproximadamente seis versículos”, diz o parágrafo quarto do regimento. O documento ainda estabelece que seja feito um rodízio de vereadores para a leitura, obedecendo a ordem alfabética. A Câmara Municipal de Araraquara possui 18 vereadores.

Em discurso feito na sessão que abriu a nova legislatura, Thainara Farias (PT), 22, afirmou que mesmo sendo católica e frequentar a igreja ela não leria trechos da Bíblia no plenário da casa, em respeito ao princípio de laicidade do Estado brasileiro.

“Eu fiz a opção de não ler o trecho da Bíblia aqui neste plenário, sendo católica, batizada, e frequentadora da Igreja Católica”, Thainara Farias, vereadora pelo PT.

“O Brasil é um Estado laico, e um Estado laico significa que o país ou nação tem uma posição neutra no campo religioso”, disse Thainara, que foi eleita no ano passado para o seu primeiro mandato como vereadora, sendo a primeira mulher negra a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal da Araraquara, no interior de São Paulo.

“Então, se não deveríamos permitir a interferência religiosa no Estado como parlamentares, deveríamos fazer nossas orações em particular, porque senão em vez de chamar o vereador aqui para ler um trecho da bíblia poderíamos chamar um vereador para vir aqui encarnar um caboclo e falar a palavra também de outras religiões”, concluiu.

Em entrevista, Thainara Farias contou que a fala feita na primeira sessão ordinária da Câmara gerou muita polêmica, inclusive nas redes sociais da vereadora. “Muita gente elogiou a minha postura, mas teve muita gente me chamando de herege, dizendo que era mentira que eu era católica, que frequentava a igreja”, contou.

Thainara contou que sua fala causou desconforto também dentro da Casa. “Os vereadores me olharam torto, fizeram cara feia, mas todos me respeitaram. O presidente chegou a dizer que eu poderia ter me recusado a ler e não ter falado nada sobre isso na tribuna”, disse.

O regimento interno diz que caso algum dos vereadores não pretenda fazer a leitura deve retirar o nome da “lista elaborada para esse fim”. “Mas eu achei importante expressar isso na tribuna para que as outras religiões se sintam acolhidas. Tem que haver a representação de outros segmentos porque aqui é a casa do povo”, afirmou.

A vereadora conta ainda que desde que se recusou a ler a Bíblia na Câmara, os demais vereadores –quatro deles reconhecidamente religiosos — tem enfatizado falas de cunho religioso. “Todos tentaram falar de Deus para me atacar”, acredita.

Ela contou ainda que está conversado com líderes religiosos para propor um projeto de lei sobre o tema. “Tem que conversar, conseguir adeptos, apoio, porque 17 dos 18 vereadores certamente votariam contra um projeto que propusesse retirar essa parte do regimento”, disse.