Combate à dengue é ação contínua em Osasco

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria da Saúde, não dá trégua às ações de combate à dengue. Diariamente, as equipes do Núcleo de Combate à Dengue saem as ruas para visitação as casas, avaliação de locais onde há prováveis criadouros do mosquito Aedes aegypti.

ye

No mês de julho, as equipes visitaram 23.458 imóveis, colocaram 32 telas sobre caixas d’água, atenderam a oito chamados registrados na Central 156. No total constataram 679 larvas.

Durante as visitas, os agentes de combate à dengue orientaram os moradores para que eliminem inservíveis que possam acumular água dos quintais; guardem garrafas de cabeça para baixo; mantenham os quintais e áreas externas limpas; substituam a água dos vasos de plantas por terra, e evitem jogar lixo em locais impróprios. Afinal, quando acumulado em terrenos vazios, praças e ruas, o lixo contribui para a proliferação de ratos, baratas, aranhas e até escorpiões.

As ações de combate à dengue também integram o programa “Seu Bairro no Coração da Gente”, que reúne ações de Zeladoria e Manutenção como poda de árvores, troca de tampas de boca de lobo, construção e reparos de calçadas, capinação, varrição, roçamento e limpeza.

No Jardim Rochdale, as equipes visitaram 8.615 casas, encontraram 613 recipientes com potencial de criadouro e 265 recipientes com água foram tratados e eliminados. Na Vila Yolanda, também durante o programa “Seu Bairro no Coração da Gente”, foram 4.415 casas visitadas, 1662 recipientes com potencial de criadouro e 832 recipientes com água que foram tratados e eliminados.

CUIDADOS

Prevenir é a melhor forma de evitar a dengue, zika e chikungunya. A maior parte dos focos do mosquito está nos domicílios, assim as medidas preventivas envolvem a própria casa e também a dos vizinhos.

Garrafas PET e de vidro: As garrafas devem ser embaladas e descartadas corretamente na lixeira, em local coberto ou de boca para baixo.

Lajes: Não deixe água acumular nas lajes. Mantenha-as sempre secas.

Ralos: Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso.

Vasos sanitários: Deixe a tampa sempre fechada ou vede com plástico.

Calhas: Limpe e nivele. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água.

Cacos de vidros nos muros: Vede com cimento ou quebre todos os cacos que possam acumular água.

Baldes e vasos de plantas vazios: Guarde-os em local coberto, com a boca para baixo.

Plantas que acumulam água: Evite ter bromélias e outras plantas que acumulam água, ou retire semanalmente a água das folhas.

Caixas de água: Mantenha fechada e vedada. Tampe com tela aqueles que não têm tampa própria.

Pratinhos de vasos de plantas: Mantenha-os limpos e coloque areia até a borda.

Lixo, entulho e pneus velhos: Entulho e lixo devem ser descartados corretamente. Guarde os pneus em local coberto ou faça furos para não acumular água.

Anúncios

Prefeitura de Carapicuíba investe em melhorias na saúde

Novos veículos para transporte de pacientes e câmeras de segurança fazem parte das novidades

Nas últimas semanas, a população de Carapicuíba ganhou diversos benefícios na área da saúde. Entre os investimentos realizados pelo governo municipal, estão 72 equipamentos, como poltronas de acompanhante, camas e berços hospitalares, para as três unidades de Pronto Atendimento (PA).

ye
O objetivo é transformar os ambientes de saúde em locais adequados e confortáveis. Nos PAs Vila Dirce e Cohab, por exemplo, foram trocadas todas as poltronas de acompanhante e camas hospitalares. Já o PA Infantil recebeu a troca de todos os berços.
Outro importante avanço é a substituição dos veículos da assistência social de saúde, responsáveis pelo transporte de pacientes renais para hemodiálise.

ye.png

Ao todo são seis vans, cada uma com 15 lugares, equipadas com teto solar e ar-condicionado. Antes, o transporte era realizado por kombis, com capacidade de aproximadamente 100 pacientes ao mês, deixando uma fila de espera de 30 pessoas. Com os novos veículos, além de garantir comodidade, será possível zerar a fila de espera.
Além das melhorias nos equipamentos de saúde, a Prefeitura também investe em segurança. As quinze unidades de saúde básica (UBS e USF) receberam sistema de vigilância eletrônica 24 horas.

ye.png

Em cada local foram instalados kit’s, que incluem seis câmeras (distribuídas dentro e fora das unidades), estrutura de alarme, recurso infravermelho para visão noturna e sensores de presença.
Com o novo sistema, atos de vandalismo, invasões e até furtos de medicamentos poderão ser inibidos. A Central de Videomonitoramento será operada por profissionais especializados em segurança.
“Saúde é prioridade da nossa administração. Por isso, estamos trabalhando para dar mais conforto e segurança à população, nesse momento tão sensível que é quando a pessoa necessita de atendimento médico. Além dessas melhorias, abrimos concurso para contratação de mais profissionais da saúde”, afirma o prefeito Marcos Neves.

SAMU e parceiros realizam Simulado de Acidente com Múltiplas Vítimas no sábado e domingo, 25 e 26/8

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria da Saúde, através do SAMU, realiza neste final de semana, sábado e domingo, dias 25 e 26, o Simulado de Acidentes com Múltiplas Vítimas. O objetivo é treinar o maior número de profissionais para o socorro às vítimas no caso de graves acidentes.

ye

Participarão do simulado, funcionários do SAMU, integrantes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, Defesa Civil e do Batalhão de Polícia do Exército.

Nesse ano, o simulado terá como tema uma “briga entre torcidas”, com pessoas portando armas de fogo e pedaços de pau. O simulado terá início após a briga e seguirá todos os passos como se fosse real. Ou seja, primeiro serão acionados a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal. Na sequência, Corpo de Bombeiros, SAMU e Exército.

Após atenderem as vítimas no local, elas serão removidas a unidade de saúde mais próxima. Como as simulações serão realizadas na FITO Zona Sul, o Pronto-Socorro da Vila Pestana será a unidade de saúde no apoio. As ambulâncias contarão com batedores do Exército para facilitar o acesso até o PS-Pestana.

O simulado é realizado em dois dias para facilitar a participação de um maior número de profissionais que são mobilizados em casos de acidentes com múltiplas vítimas. No ano passado, a simulação foi um acidente de trânsito envolvendo um ônibus e um caminhão com 25 vítimas.

SERVIÇO

Simulado de Acidente com Múltiplas Vítimas

Sábado, 25/8, das 13h às 18h

Domingo, 26/8, das 8h às 13h

Local: Centro Poliesportivo da FITO Zona Sul (Rua Camélia, 26, Jardim das Flores)

Policlínica Zona Sul tem ambulatório de especialidades

Texto: Talita Castro

Imagem: Ivan Cruz

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, esteve na quinta-feira, 16/8, na Policlínica Zona Sul, para ver a nova sala que está sendo preparada para a fisioterapia. Lins estava acompanhado do secretário de Saúde, José Carlos Vido. A sala entrará em funcionamento daqui 15 dias.

ye.png

Lins aproveitou sua passagem pela unidade para conversar com a população sobre o atendimento e tirar dúvidas dos moradores.

ye

Na sequência, ele esteve no antigo prédio do DARH (Departamento de Administração de Recursos Humanos). Há estudos em andamento no governo para transformar o lugar em delegacia do idoso ou da mulher, centro de diágnostico ou para ampliação da Policlínica.

ye.png

Uma das grandes mudanças é a transformação da Policlínica Zona Sul em ambulatório de especialidades, com atendimento em ortopedia, endocrinologia, cardiologia e dermatologia, além de salas de gesso e de raio-x.

Prefeito acompanha dia “D” de Vacinação

Texto: Talita Castro

Imagem: Sergio Gobatti

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, acompanhou no sábado, 4/8, o dia “D” de Vacinação, realizado pela Secretaria de Saúde, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), das 8h às 16h. Foram disponibilizadas as vacinas contra Poliomielite, Sarampo, Febre Amarela, HPV e Meningite. A imunização continua até o dia 31/8 em todas as 35 UBSs, de segunda-feira a sexta-feira, das 8 às 16 horas.

ye.png

Lins esteve na UBS Santa Maria Goretti, no Jardim Bela Vista, e na Neyde Alves da Silva, na Cidade da Flores, e aproveitou para levar as filhas Beatriz, 9 anos, que tomou as vacinas contra HPV e Sarampo, e Fernanda, 4 anos, que foi imunizada contra Poliomelite e Sarampo.

Quem precisa tomar

Poliomelite e Sarampo: Crianças de 1 ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias;

HPV e Meningite: Adolescentes dos sexos feminino e masculino de 11 anos até 14 anos, 11 meses e 29 dias, lembrando que adolescentes do sexo feminino podem iniciar a vacinação do HPV a partir dos 9 anos.

Febre Amarela: Crianças a partir dos 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

As doenças

Sarampo: Tem risco presente de disseminação, tendo em vista a atual situação epidemiológica na região das Américas, com aumento do número de casos e de países afetados, especialmente a ocorrência de surtos epidêmicos nos estados de Roraima e Amazonas e registro de óbitos pela doença.

Poliomielite: No ano de 2018, até o dia 8 de maio, foram registrados oito casos da doença, sendo todos nos países endêmicos: um no Paquistão e sete no Afeganistão.

Febre Aramela: No período de monitoramento de 1 de julho/2017 a 20 de março 2018, foram confirmados 1.098 casos no país, sendo que 340 vieram a óbito e outos 854 casos ainda estão sob investigação. Desde fevereiro de 2018 o município de Osasco é área de recomendação para vacina. Em 2018, Osasco recebeu a notificação de 28 casos suspeitos, dos quais quatro foram confirmados, quatro continuam sob investigação e houve um óbito. Em todos os casos confirmados, os pacientes contraíram a doença em outros municípios.  

 

HPV: Estudo realizado em 2017 indica que a prevalência nas capitais do Brasil é de 54,3. A campanha visa aumentar a cobertura vacinal dos adolescentes de 9 a 14 anos.

Meningite: Recentes pesquisas constatam ausência de anticorpos protetores poucos anos após a vacinação de lactentes e crianças mais novas. A vacinação de adolescentes proporcionará proteção direta, impedindo o deslocamento do risco de doença para esses grupos etários.

Quem não se vacina coloca não só a própria saúde em risco, mas também a de seus familiares e outras pessoas com quem tem contato, além de contribuir para aumentar a circulação do vírus e o retorno de algumas doenças já erradicadas e controladas no Brasil.

Haverá mais um dia “D” em 18/8, das 8 às 16 horas, um sábado, para todos serem imunizados. Mais informações no telefone da Secretaria da Saúde (11) 3699-8900

Carapicuíba intensifica vacinação contra paralisia infantil e sarampo neste sábado

O município vai realizar ‘Dia D’ extra para imunizar crianças 
 
Entre os dias 6 e 31 de agosto acontece a Campanha Nacional de Vacinação contra paralisia infantil (poliomielite) e sarampo. Para facilitar o acesso à vacina, a Secretaria de Saúde de Carapicuíba realizará um ‘Dia D’ neste sábado (4). Crianças de 1 a 4 anos de idade poderão ser imunizados na UBS Central (Avenida Consolação, 505 – Parque Gabriel Chucre), no período das 8 às 16 horas. Segundo a vigilância epidemiológica municipal, a meta é imunizar 95% desse público. 
ye
 
A vacina contra sarampo é trivalente, ou seja, também protege contra rubéola e caxumba, porém é contraindicada para gestantes, crianças menores de 6 meses e pessoas com imunidade comprometida.
Em Carapicuíba, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) – exceto a USF Vila Dirce – estarão realizando a vacinação de segunda a sexta-feira, a partir das 10 horas. 
O ‘Dia D’ estabelecido pelo Ministério da Saúde acontece no sábado, dia 18 de agosto. O responsável deve levar o cartão do SUS, RG e caderneta de vacinação da criança.
 
Importância da vacinação
Segundo o Ministério da Saúde, até o dia 17 de julho foram confirmados 677 casos de sarampo no Brasil. O vírus da paralisia infantil está erradicado no Brasil desde 1990. 
Para interromper os surtos de sarampo e manter a erradicação da poliomielite, é essencial que os pais e responsáveis atualizem a caderneta de vacinação das crianças, que são as mais atingidas por essas doenças. 

Sábado, 4/8, tem Dia “D” de Vacinação

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Saúde, realiza no sábado, 4/8, a primeira edição do Dia “D” de Vacinação para imunizar contra o Sarampo, Febre Amarela, Poliomielite, HPV e Meningite. As vacinas estarão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde, das 8h às 16h.Imagem relacionada

Deverão ser imunizados contra a Poliomielite e Sarampo, crianças de 1 ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias; contra HPV e Meningite, adolescentes dos sexos masculino e feminino de 11 anos até 14 anos, 11 meses e 29 dias, sendo que adolescentes do sexo feminino poderão iniciar a vacinação do HPV a partir dos 9 anos. Já a vacina contra Febre Amarela será para crianças a partir de 5 anos, adolescentes, adultos e idosos.

Resultado de imagem para dia 4 vacinação

A campanha de vacinação em Osasco atenderá toda a família, mas todo o Estado atua para aumentar a cobertura vacinal contra o sarampo e a poliomielite. Atualmente o Sarampo tem risco presente de disseminação, tendo em vista a atual situação epidemiológica na região das Américas, com aumento do número de casos e de países afetados, especialmente a ocorrência de surtos epidêmicos, em 2018, nos estados de Roraima e Amazonas, com a ocorrência de óbitos pela doença.

Resultado de imagem para dia 4 vacinação

Quanto à Poliomielite, em 2018, foram registrados 8 casos da doença, sendo todos nos países endêmicos: 1 no Paquistão e 7 no Afeganistão.

Já a Febre Amarela, no período de monitoramento, entre 1/7/2017 a 20/3/2018, foram confirmados 1.098 casos no país, sendo que 340 vieram a óbito e 854 casos ainda estão em investigação. O vírus da Febre Amarela circula em regiões metropolitanas do país com maior contingente populacional, atingindo 34,8 milhões de pessoas que moram, inclusive, em áreas que nunca tiveram recomendação da vacina.

Desde fevereiro de 2018, Osasco é área de recomendação para a vacina contra a Febre Amarela. Em 2018, no município, foram 28 notificações de casos suspeitos da doença, sendo 4 confirmados, 1 óbito e quatro casos em investigação. Em todos os casos confirmados, os pacientes contraíram a doença em outros municípios.

Sobre o HPV, um estudo realizado em 2017 indica que a prevalência estimada nas capitais é de 54.3%. A campanha vista aumentar a cobertura vacinal dos adolescentes de 9 a 14 anos contra o HPV e a Meningite C, cujas pesquisas constatam a ausência de anticorpos protetores poucos anos após a vacinação de lactentes e crianças mais novas. A vacinação de adolescentes proporcionará proteção direta, impedindo o deslocamento do risco de doenças para esses grupos etários.

8e94e5d8-11a5-46fd-94b3-7788479a4f14

SERVIÇO
Dia “D” da Vacinação
4/8 – Todas as UBSs, das 8h às 16h
Poliomielite e Sarampo
Crianças de 1 ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias
HPV e Meningite
Adolescentes dos sexos feminino e masculino de 11 anos até 14 anos, 11 meses e 29 dias
Febre Amarela
Crianças a partir dos 5 anos
Adolescentes, Adultos e Idosos