“De Quem é Essa Mansão” está de volta ao Domingo Legal neste dia 1º E ainda tem “Passa ou Repassa” e o fenômeno MC Bruninho, ao vivo, no palco do programa.

Crédito: Divulgação/SBT
No Domingo Legal do próximo dia 1º de julho, ao vivo, às 13h, tem a volta do quadro “De Quem é Essa Mansão”, onde Celso Portiolli leva Pedro Manso e Marlei Cevada até uma mansão de um artista famoso e desafia os humoristas e os telespectadores a descobrirem quem é o morador da casa luxuosa. Neste domingo eles vão até a mansão de uma celebridade em Campos do Jordão, que tem até heliponto.
Tem também muita diversão no “Passa ou Repassa” com a competição entre o times das ex-apresentadoras do programa Fantasia: Jackeline Petkovic, Débora Rodrigues, Adriana Colin e Valéria Balbi enfrentando o time do Pânico com : Rogério Morgado, Igor Guimarães, Fernanda Lacerda e Amanda Ramalho.
E vai rolar muita torta na cara.
E ainda, Celso recebe no palco o MC que encantou os jogadores Neymar e Gabriel de Jesus, MC Bruninho. O garoto de 11 anos vai cantar o sucesso “Jogo do Amor” e bater um papo com o apresentador.
 
O Domingo Legal vai ao ar logo após o Mundo Disney, a partir das 13h, no SBT. Site oficial: http://www.sbt.com.br/domingolegal/
Anúncios

Osasco firma parceria com Xuzhou e fecha convênios em diversas áreas

Delegação osasquense viajou a convite dos anfitriões para participar da Confêrencia Internacional de Intercâmbio entre cidades irmãs

Representantes da Diretoria de Relações Internacionais da Prefeitura de Osasco participaram da Conferência Internacional de Intercâmbio em Xuzhou, na província de Jiansu, na China, entre os dias 26 e 28/4, e firmaram o compromisso de troca de profissionais nas áreas da Saúde e de Esporte e Recreação, entre as duas cidades irmãs: Osasco e Xuzhou, cuja irmandade teve início em 1999.

salvo

A conferência reuniu representantes de cidades do Brasil, Finlândia, Rússia e China, que participaram de reuniões bilaterais, onde foram tratados diversos protocolos de intenções entre as municipalidades.

Osasco esteve representada pelo diretor de Relações Internacionais, José Rodrigues Onetto, e pelo vereador Ralfi Silva, ambos recebidos pelo prefeito de Xuzhou, Zhuang Zhaolin, e pelo vice-prefeito, Xu Donghai.

Durante o encontro, Osasco estabeleceu a intensificação da cooperação entre as cidades nas áreas de Saúde, Educação, Cultura, Esporte e Desenvolvimento Econômico. Para 2019, quando a irmandade entre as duas cidades completará 20 anos, estão previstas duas visitas de delegações chinesas à Osasco.

Uma das primeiras iniciativas acertadas na reunião está ligada ao esporte, com a troca de técnicos de futebol enviados por Osasco, e o recebimento de técnicos de Tênis de Mesa e de Badmington, e de dois profissionais da área da Saúde, que trarão a experiência chinesa em tratamentos e cuidados da população mais idosa, com base na tradicional medicina chinesa, durante o período de três a seis meses. Em contrapartida, dois técnicos de Saúde de Osasco permanecerão este período na cidade de Xuzhou para capacitação e atuação no sistema chinês de saúde básica.

A cooperação na área da Educação deverá começar no segundo semestre de 2018 com a realização, simultânea, de duas exposições de desenhos confeccionados pelos alunos da rede municipal de ensino das cidades irmãs.

Da conferência, outros convênios de cooperação técnica ainda poderão surgir na área da Educação, com a LUT (Laaperanta University of Technology), na cidade de Laaperanta, leste da Finlândia, que acolhe, anualmente, alunos de graduação e pós-graduação de todo o mundo.

A participação da delegação osasquense na Conferência Internacional de Intercâmbio foi toda custeada pela Prefeitura de Xuzhou.

 Conheça Xuzhou

Com uma área 163 vezes maior que Osasco, a cidade chinesa tem cerca de 2.600 anos de história. É a 36ª maior cidade do país e possui quase 9,5 milhões de habitantes em seus  distritos e condados. A cidade passa por um fenomenal crescimento, sendo considerada uma das mais importantes do entroncamento logístico da China. Pequim e Shanghai estão a apenas 3 horas de Xuzhou.

A indústria de máquinas e a agroindústria são seus principais setores de atividades. O patrimônio histórico e cultural de Xuzhou está entre os mais importantes da China. A cidade foi berço da Dinastia Han, a que mais influenciou a cultura das demais regiões chinesas e ainda continua influenciando.

Programa Meu Futuro é lançado oficialmente em Barueri

O Teatro Municipal de Barueri (TMB) esteve lotado na manhã da terça-feira (dia 8). É que ele sediou a aula inaugural do Programa Meu Futuro, lançado oficialmente na ocasião. A solenidade de lançamento ocorreu diante dos novos alunos, que iniciaram as aulas no dia seguinte, e de autoridades locais.

salvo.png

Ofertando gratuitamente 11 cursos profissionalizantes totalmente gratuitos e mais de 700 vagas voltadas a pessoas com 18 anos ou mais, o Programa Meu Futuro, criado pela Prefeitura de Barueri por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho (SICT), visa qualificar ainda mais a mão de obra no município.

Atentos à demanda

Conforme explicou o secretário Joaldo – o Magoo -, à frente da SICT, os cursos foram escolhidos com base em pesquisas locais que apontaram as áreas com maior oferta. “No fim do ano passado fizemos um estudo junto ao nosso setor empresarial e também fizemos um diagnóstico junto à nossa Casa do Trabalhador para que pudéssemos identificar quais seriam os cursos que o mercado demanda. Diante dessa crise que se alastrou pelo país nós temos a responsabilidade de investir no nosso trabalhador, para que nosso povo possa ter mais oportunidades no mercado de trabalho”, justificou Magoo.

“O Meu Futuro é um projeto robusto que demorou pra gente tirar do papel por conta de sua complexidade. É um investimento muito grande que o governo está fazendo para poder investir nesse programa”, disse o secretário. Segundo ele, o projeto compreende 25 cursos, sendo os 11 que abriram turmas agora apenas a primeira etapa.

Já o vice-prefeito e secretário de Obras, Roberto Piteri, destacou diversos serviços que Barueri oferece à sua população e que tornam a cidade diferenciada. Ele incluiu o Programa Meu Futuro nisso, já que significa a preocupação de Barueri com seu povo. “Esses cursos estão sendo oferecidos pra que vocês possam levar com muita seriedade. A porta do trabalho vai ficar mais próxima e acessível a vocês”, disse Piteri.

salvo.png

Prontos para o mercado

O medo de falar em público motivou a jovem Katiana Dourado Biofort a matricular-se no curso de Técnicas de Oratória, pois, além da capacitação, quis aproveitar a oportunidade trazida pelo município. “Acho muito importante esse serviço, a população precisa de qualificação, eu amei esse projeto”, disse.

O professor e coordenador dos cursos técnicos da Assinco – responsável pelas aulas -, Joaquim Carlos da Cruz, garante que os alunos sairão preparados para o mercado de trabalho na área escolhida. “Nós desafiamos quem quer que seja a testar qualquer um dos nossos alunos”, enfatiza. “É um desafio muito grande você pegar uma pessoa que não tem experiência e em 120 horas transformá-la em um profissional apto para o mercado. Eles irão atuar na prática, há muitos exercícios práticos, todos elaborados, todos feitos pensando nesse profissional defronte aos problemas que ele enfrentará”, detalha o professor.

salvo.png

Quem perdeu a oportunidade de ingressar nessas primeiras turmas não deve desanimar. No próximo semestre serão disponibilizadas novas vagas. Fique atento ao site da Prefeitura de Barueri, onde as inscrições serão anunciadas.

Barueri lança política pública sobre primeira infância

Na manhã de segunda-feira (dia 7), diretores de escolas da rede municipal de ensino, vereadores, secretários, representantes de organizações não governamentais e integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente lotaram o Teatro de Barueri para assistirem às palestras que marcaram oficialmente o lançamento do programa Primeira Infância na cidade.

CONFIRA REPORTAGEM COMPLETA!

O projeto Primeira Infância teve seu embrião em Barueri quando a deputada Federal Bruna Furlan viajou a Harvard, uma das mais conceituadas universidades do mundo, para cursar Liderança Executiva em Desenvolvimento da Política Educacional da Primeira Infância, e trouxe para a cidade a ideia de investir na vida de crianças de 0 a 6 anos a fim de torna-los adultos melhores.

salvo.png

O vice-prefeito Roberto Piteri fez a abertura oficial do evento salientou que em Barueri a administração não tem poupado esforços para investir na educação. “A criança em especial merece toda a atenção por intermédio de políticas públicas como esta que é implementada na cidade”, disse.

salvo.png

O evento foi ilustrado por verdadeiras aulas sobre a importância do programa Primeira Infância para a formação de adultos melhores e mais felizes. O secretário municipal de Cultura e Turismo (Jean Gaspar), a coordenadora de Educação Infantil (Janete do Valle) e a coordenadora de Ensino Fundamenta (Flávia Moreno) se dividiram para abordar ricas informações adquiridas em recente curso que fizeram na Universidade de Harvard.

salvo.png

No final do evento, a coordenadora de Educação Infantil fez questão de anunciar a implantação do Centro de Referência da Primeira Infância. O local deve ser inaugurado em breve e servirá para atender todos os setores da sociedade interessados em saber mais e ajudar a implementar as políticas públicas da primeira infância que, em Barueri, envolverá todos os setores.

Explicando aos pais

No sábado (dia 5), uma maratona de ações envolvendo cerca de 10 mil pais de 12 maternais de Barueri levou o tema Primeira Infância aos quatro cantos da cidade. As palestras já haviam sido proferidas para assistentes de maternais.

afb0926e-3a4d-416d-9698-97511facd012

Os pais que têm filhos nas maternais receberam uma cartilha esclarecendo a necessidade de se estimular um desenvolvimento maior durante os primeiros anos de vida das crianças. Os três representantes do projeto na cidade realizaram reforçaram detalhes sobre os pontos da proposta que são: “Amar para Confiar”, “Conversar para Aprender”, “Praticar para Raciocinar”, “Brincar par Descobrir” e “Ler Histórias para Crescer”.

De acordo com a coordenadora de Educação Infantil Janete do Valle, “é preciso ganhar o coração das nossas crianças. E para tanto, se faz necessário uma relação de amor e confiança”.

salvo.png

Flávia Moreno, coordenadora do Ensino Fundamental também reforçou com os pais sobre a necessidade de se estabelecer um vínculo de honestidade com os bebês. “Devemos evitar mentiras, a criança sabe de tudo e entende tudo”, salientou.

Para o secretário de Cultura, Jean Gaspar, os cuidados com o cérebro devem ser uma prática desde muito cedo. Estudos científicos mostram que a capacidade de armazenamento de um cérebro de uma criança é extremamente eficaz.

salvo.png

Cultura faz chamamento para Oficinas Culturais

Texto: Simone Trino

Fotos:

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria da Cultura, lançou edital de chamamento público para a contratação de interessados na prestação de serviços de Oficinas Livres. O edital foi publicado na Imprensa Oficial (IOMO) do dia 4/5. Os interessados terão até o dia 29/6 para fazer a inscrição presencial na Secretaria da Cultura, das 10h às 16h, ou encaminhá-la pelos Correios, sendo que será considerada a data da postagem.

salvo

As propostas deverão contemplar atividades práticas, lúdicas e de fruição cultural, que instiguem à experimentação e reflexão, a iniciação da prática artística, a formação de grupos, o conhecimento e desenvolvimento dos modos de produção nas seguintes modalidades: artes visuais, capoeira, dança, dramaturgia, elaboração de projetos culturais, figurino, literatura, música, performance, produção cultural, teatro, circo, técnicas corporais, técnicas manuais, hip hop, cultural tradicional, audiovisual, multimídia, entre outros.

Poderão participar todos os profissionais das áreas artística e cultural, maiores de 18 anos, residentes no município há, no mínimo, 2 anos, e que apresentem toda a documentação exigida. Não poderão se inscrever servidores municipais. No caso de propostas coletivas, todos os coautores devem preencher os requisitos de participação.

As atividades propostas deverão ser adaptáveis para espaços diversos como auditório, salas multiuso, espaços alternativos e ambientes externos. Os projetos serão avaliados por uma comissão e os escolhidos integrarão um banco de dados específico, que terá prazo de validade de um ano, e poderão ser convocados para contratação, conforme os programas desenvolvidos pela secretaria.

 MODALIDADES DAS OFICINAS

Artes visuais – pintura, fotografia, desenho, gravura, colagem, quadrinhos, entre outros.

Capoeira – capoeira, capoeira de angola e capoeira regional.

Dança – balé, jazz, danças urbanas, danças brasileiras e do mundo.

Dramaturgia – criação e elaboração de textos e peças curtas, com ênfase em processos coletivos de criação, estudo dos estilos dramatúrgicos, oficina teórica e prática que poderá se relacionar com outras mídias como cinema, TV e rádio.

Elaboração de projetos culturais – atividade relacionada à área de produção, que tenha como foco a elaboração de projetos artísticos com o intuito de preparar os artistas na confecção de suas propostas de trabalho para editais, e a novos estímulos para a execução de seus processos.

Figurino – serão aceitas propostas que componham a área de figurino, tais como: confecção, modelagem, moda, croquis, maquiagem, visagismo e customização.

Literatura – mediação de leitura (texto literário), de poesia, contos, narrativas, crônicas e demais gêneros literários.

Música – iniciação musical em violão, flauta, percussão, demais instrumentos, canto coral, teoria musical etc.

Performance – atividades de experimentos artísticos interlinguagem e ações de intervenção urbana com abordagem teórica e prática para acontecer nos espaços interno e externo dos equipamentos.

Produção cultural – as propostas serão analisadas a partir das demandas do setor cultural. O aluno deverá ter noções básicas das etapas para uma produção executiva e direção de produção de espetáculos ou ações culturais. Para isso, o candidato precisará apresentar na proposta da oficina: noções de administração, de assessoria jurídica, de assessoria de comunicação e marketing cultural.

Teatro – todos os estilos teatrais, tais como: iniciação a linguagem teatral, teatro de rua, contação de histórias, máscaras, clown, narrativo, dramático, pós-dramático, de criação coletiva ou colaborativa, improvisação, criação de cenas, entre outros.

Técnicas corporais – yoga, tai chi chuan, pilates, parkour e lian gong.

Técnicas manuais – técnicas de artesanato da cultura popular, técnicas de rendas manuais e técnicas de artesanato indígena.

Hip hop – propostas de oficinas em qualquer um dos quatro elementos do hip hop: breaking, grafite, DJ e MC.

Multimídia – pesquisa e produção artística ou cultural em meios digitais, desenvolvimento de aplicativos e softwares, projetos de convergência e interatividade.

Audiovisual – cinema, vídeo, jogos digitais e internet.

Cultural tradicional – jongo, cacuria, tambor de crioula, samba de roda, culinária, cultural oral, contação de histórias, lendas e mitos e/ou a mescla de diversas linguagens características destas culturas.

Circo – propostas de oficinas de diferentes especialidades, tais como malabarismo, palhaço, monociclo, ilusionismo, entre outros.

SERVIÇO

Chamamento Público para contratação de interessados na prestação de serviços de oficinas livres

Inscrições: até 29/6 na Secretaria da Cultura (Avenida Visconde de Nova Granada, 513), das 10h às 16h, ou pelos Correios, sendo que será considerada a data do carimbo da postagem

Edital: publicado na Imprensa Oficial (disponível no portal www.osasco.sp.gov.br) de 4/5/2018

Mais informações: (11) 2183-6199

Alunas de Barueri desenvolvem aplicativos e integram concurso internacional de tecnologia

A rede de ensino de Barueri tem investido cada vez mais em estimular os alunos sobre a importância da tecnologia.Para tanto, o Departamento de Informática da Secretaria de Educação está ampliando o número de laboratórios nas escolas, que atualmente atinge 60 unidades, sem contar a implantação de internet em toda a rede até o próximo semestre.

barueri postagem

Dentro desta proposta, o professor de informática Paulo Ricardo dos Santos trabalhou o desenvolvimento de aplicativos com estudantes da Emef Ivany Maria Paes, do Jardim dos Camargos. A repercussão foi excelente e resultou na inscrição em um concurso internacional de três aplicativos, desenvolvidos por três grupos de garotas da escola.

barueri postagem.png

Os aplicativos estão concorrendo no desafio internacional Technovation Challenge. Trata-se de uma competição global, voltada a garotas estudantes do ensino fundamental e médio, em que as equipes participantes devem desenvolver um APP de celular que solucione problemas de ordem social.

barueri postagem.png

A ideia do evento é mostrar para as adolescentes e jovens que elas têm tanta capacidade quanto os meninos de atuarem na área de ciências exatas, ressaltando que a computação não é algo restrito ao mundo masculino.

barueri postagem

De acordo com o professor, as alunas participantes foram escolhidas por serem as que mais se destacaram nas aulas e no projeto da plataforma Khan Academy. Para ele “é importante a participação das meninas no projeto, uma vez que, apesar das pesquisas apontarem que as mulheres são as que mais consomem tecnologia, elas têm pouquíssima participação e incentivo no trabalho no setor de desenvolvimento”.

Os aplicativos estão sendo apresentados para todos os alunos da escola e já estão fazendo o maior sucesso entre todas as turmas.

Sobre os aplicativos

Um dos grupos é integrado pelas estudantes Joice Caroline, Samara Cristine, Kailane Silva, Thais Martis e Thaiza Torres. O App criado por elas chama-se Enviroment, que traz sugestões, mecanismos e ideias de como preservar o meio ambiente e ter atitudes sustentáveis no dia a dia. De acordo com Kailane Silva, após terem aulas sobre os problemas do aquecimento global, elas consideraram que um aplicativo que abordasse as necessidades de se cuidar do meio ambiente seria muito útil para as pessoas.

 

Já a aluna Michele Vitória, do 9º ano A, optou por desenvolver o aplicativo “Star Quiz”, um interessante jogo de perguntas sobre história, matemática, geografia e língua portuguesa. A estudante revelou que adora tecnologia e quer seguir na área. Ela pensa em se especializar em desenvolvimento de games.

 

Pensando na necessidade de as pessoas manterem uma vida saudável e terem mais acesso a dicas de saúde e boa forma, a estudante Giulia Carla criou o aplicativo Godshap, que também está concorrendo ao torneio internacional de garotas interessadas em tecnologia.

 

Premiação

As equipes finalistas viajarão para os Estados Unidos e poderão apresentar seus aplicativos e planos de negócios no Vale do Silício para investidores. Elas concorrerão a um prêmio de US$ 10 mil e suporte para finalizar e lançar o aplicativo no mercado. Além disso, passarão a contar com uma rede de contatos e recursos para ajudá-las a prosseguir na trajetória empreendedora.

Avaliação veicular mantém vigilância à qualidade do ar em Barueri

A cada semestre a Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema) promove uma avaliação veicular destinada a automóveis movidos a diesel. Este ano ocorreu a 11ª edição dessa iniciativa, que é totalmente educativa e tem o objetivo de zelar pela qualidade do ar no município, apontando aos condutores o grau de enegrecimento da fumaça emitida. Um selo de aprovação é dado ao motorista cujo veículo esteja dentro das normas para ser colado ao para-brisa, e ele é bem disputado.

sentado.png

Utilizando a Escala de Ringelmann, os agentes da Sema quantificam a emissão de acordo com a densidade da fumaça observada. O método utiliza um disco de papel com escala colorimétrica constituído de seis padrões de tonalidade que variam entre branco e preto, enumerados de zero a cinco. Zero representa uma fumaça totalmente branca (densidade 0%) e cinco totalmente preta (densidade 100%). Para ser aprovado, o veículo precisa estar entre zero e três (densidade de 60%). O procedimento leva em torno de 10 minutos.

Frota municipal é 100% aprovada

A primeira avaliação veicular de 2018 aconteceu nos dias 6 e 7 de abril no estacionamento do Ginásio Poliesportivo José Corrêa e atendeu 88 veículos, todos que prestam serviços à Prefeitura de Barueri. Embora seja uma ação voltada a toda população, quem mais costuma participar são as secretarias municipais.

sentado.png

Com frota totalmente renovada, a Prefeitura teve 100% de aprovação nas aferições. O máximo que os carros registraram foi uma densidade de 40%. “Em versões anteriores era normal ter entre 2 a 5% de reprovação. Hoje, com a frota renovada, esse ano foi zero”, esclarece o diretor do Departamento Técnico de Qualidade Ambiental da Sema, Engenheiro Edson Akira Mihara.

sentado.png

Segundo Akira, a participação das secretarias municipais é integral na avaliação e isso é importante porque dá o exemplo à população, além de denotar a preocupação da administração com a qualidade do ar. “O importante é que, quando você fala sobre conscientização, sobre cuidado com o meio ambiente, o exemplo tem que sair de casa, neste caso do poder público de cobrar a população para ela fazer a parte dela”, diz.

sentadosentado.png

 

 

 

 

 

 

 

 

O diretor de Tráfego de Ambulâncias do município, Clóvis Peangelo, concorda, tanto que leva muito a sério a avaliação. “Acho importante participar da inspeção veicular porque às vezes a gente não tem como provar que o veículo está em dia. Fazendo a inspeção vai mostrar se o carro está 100% ou 80%. Passando de 70% eu já mando pra oficina”, frisa.

 Em dia com o planeta

A ação nasceu a partir da Lei Municipal nº 1857, de 4 de setembro de 2009, que criou o “Programa de Controle de Emissão de Fumaça Preta”, obedecendo à Resolução nº 251 de 12 de janeiro de 199 do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente).

Ela também faz parte do Programa Município Verde Azul, programa ambiental do governo do estado, lançado em 2007, que avalia a eficácia das cidades na condução das ações previstas na agenda do projeto. Ela disponibiliza às prefeituras e à população o Indicador de Avaliação Ambiental (IAA).

 Aberto a toda população

No segundo semestre haverá outra avaliação veicular. Todos os moradores de Barueri que possuem carros movidos a diesel podem participar. Além de rápido e gratuito, a inspeção alerta ao condutor possíveis problemas mecânicos. “Quando você faz esse tipo de ajuste no carro, afere ele, você está economizando, a gente passa uma sequência de recomendações ao motorista quando ele é reprovado, dá essa orientação pra ele fazer os ajustes, a manutenção, o tipo de combustível etc”, alerta Akira.